domingo, 31 de julho de 2011

FREJAT EM GUARANI


Guarani é nome de tribo indígina. Também uma pequena cidade no interior da zona da mata em Minas Gerais. Gente simples, arquitetura típica e nesta época do ano, fria e seca. No dia 29 de julho a exposição agropecuária realizada por lá, recebeu um dos maiores nomes da história do rock, Roberto Frejat.



De festa estranha com gente esquisita para um forte e envolvente show de rock. Frejat chegou ao palco com uma nova versão para a Palco de Gilberto Gil e não paraou de tirar sucessos da cartola. Os fãs foram se aproximando para a frente do palco, em cidade como Guarani, as oportunidade de ver uma lenda do rock, como assim descrevia a toda instante o locutor da festa momentos antes da apresentação. Frejat é mesmo uma lenda, são 33 anos de presença marcante na música popular. Os sucessos radiofônicos se multiplicam e ganham força com o passar do tempo, quem nunca cantou e dançou Beth Balanço ou Segredos?!



Lembro de uma moça, não era bonita, usava calça jeans e casaco de napa beje, cabelo grande preso, fumava, tênis, e cantava e dançava muito e tudo, todo o show, o Frejat deu até uma canja olhando pra ela e sorrindo, tinha mais gente, mais esta moça me chamou mais atenção. Ricos, pobres, feios bonitos, sim, tinha lindas e sensuais mulheres, elegantes rapazes e casais apaixonados, tinha amigos, e solitários. Luz, som e ação, o clima não podia ser melhor.


O velho e bom rock n'roll ainda aproxima sua tribo e promove uma comunhão conjunta de euforia e glória. Braços para o alto, gargantas potentes e autenticidade; pop, soul, samba sem deixar de ser rock. É Frejat em A Felicidade Bate a sua Porta.



A tribo do rock, presente do local, agora se via e sentia-se melhor. Frio? Só bem mais tarde.


Repertório: Frejat brindou ao público com pérolas  da sua carreira solo, do Barão Vermelho, Paralamas do Sucesso e Cazuza, também teve o momento definido por ele como soul com destaque para Tim Maia, regravações de sambarock de Seu Jorge e Jorge Ben Jor.



Neste show amizade e parceria fotográfica firmada com Vanessa e Fernanda. Viva o rock n roll, a Coca- Cola, o energético e a vodka.





Um comentário:

  1. tenho so 11 anos, mas ja sou um dos maiores fas de rock do mundo
    vi o show de inicio ao fim e fui o primeiro a chegar la
    Gustavo Guarani-MG

    ResponderExcluir