sábado, 8 de maio de 2010

RAUL SOARES

A imagem acima é da cidade de Raul Soares, um lugar encantador na Zona da Mata Mineira. Dizem ser esta a imagem mais antiga do povoado, na ocasião ainda devia ser chamado de São Sebastião de Entre Rios, como aprendi com meus familiares e na escola.

Exitem muitos caminhos que levam a Raul Soares, mas os principais são as BR 116, entrada no trecho urbano de Caratinga, segue mais 76 Km até chegar em Capitão Martins, distrito mais próximo de Raul, até o centro agora são mais 5 minutos (foto abaixo). O outro caminho é pela BR 262, em um trevo próximo a cidade de Rio Casca, apróximamente 25 Km ligam as duas cidades, e ainda tem ao meio do caminho, a simpática São Pedro dos Ferros.

Raul Soares guarda a simpatia da tradicional cidade do interior. Possui duas pracinhas e em torno delas vai se desmembrando o município de 16 mil habitantes. Os jovens encontram diversão livremente pelas ruas e praças, o clima quente é propício para isso.

.

A praça Durval Grossi, conhecida como jardim velho é ponto de encontro dos mais importantes. Os antigos Ficus fazem sentindo ao apelido. Ao longo dos anos, a praça passou por reformas, mas ainda continua com suas características originais preservadas, formato dos canteiros e o coreto, que no passado recebia a banda de música da cidade. Foi palco de rodas de violão, namoros e ainda recebe as mais variadas brincadeiras de crianças.




.


A praça Padre José Domingues, ou o Jardim Novo, como é mais conhecido é passagem para o Santuário de São Sebastião. A fonte luminosa, famosa nas noites de domingo quando suas luzes são acesas, está bem no centro da praça, existem mais quatro mini-fontes, distribuídas no melhor estilo jardim imperial.
Em Raul Soares existem muitas casas tipicamente mineiras, algumas com influências européias, seja os detalhes das fachadas, lembrando as flores que sumiam junto ao crescimento de Paris, seja na seriedade das formas e cores do casarão em estilo alemão.





As imagens acima retratam um pouco do centro da cidade, fotografado em uma bela manhã do último janeiro.

As vilas


Existem duas construções muito interessantes em Raul. A primeira são as casas germinadas do bairro Tarza, construídas para servir de moradia para os operários da então fabrica de enxadas. A outra são as casas São Vicente de Paula, anexas ao complexo católico.



As pontes de ferro

TrÊs pontes de ferro, conhecidas em Raul Soares como pontilhões, são acessíveis, duas delas estão no centro da cidade e foram adaptadas para a passagem de veículos. Essas pontes foram contruídas para a estrada de ferro Cataguases-Leopoldina, que impulsionou grande parte  aa economia do município.



As duas imagens acima são do pontilhão da rua Bom Jesus, como é popularmente conhecido, essa ponte é caminho para a estrada de Bom Jesus do Galho. Abaixo o pontilhão que liga o bairro Tarza ao centro, e mais abaixo em Capitão Martins, sentido Caratinga, o velho pontilhão que hoje é admirado pelos praticantes de esportes radicais.





Um comentário:

  1. Ju... Raul Soares é linda, eu quero conhecê-la.

    ResponderExcluir